Judicialização da violência de gênero em debate : perspectivas etnográficas
Organização: Theophilos Rifiotis, Fernanda Cardozo
Ano de lançamento: 2021
Páginas: 316
ISBN: 978-65-87289-15-1
DOI: 10.48006/978-65-87289-15-1
Título: Judicialização da violência de gênero em debate : perspectivas etnográficas
Resumo: Não informado!
Sumário
Apresentação
Fernanda Cardozo, Theophilos Rifiotis
CAPÍTULO 1. A Casa da Mulher e o fluxo da judicialização da violência de gênero em Juiz de Fora/MG
Andréa Lúcia Horta e Silva, Marcella Beraldo de Oliveira, Mariana Gomes
CAPÍTULO 2. “O caminho mais curto para o homem de bem ir para a cadeia, é a violência doméstica!” – Familismo, convenções de gênero, judicialização e violência contra as mulheres
Alinne de Lima Bonetti
CAPÍTULO 3. “Deus é perfeito, mas nós somos vulneráveis”: moral, responsabilização e justiça na rede de serviços para homens envolvidos em violência de gênero
Fernanda Cardozo
CAPÍTULO 4. Entre “negociar com os homens” e “empoderar as mulheres”: elaborações e práticas alternativas de justiça no campo da violência de gênero em Natal/RN
Rozeli Porto, Paulo Victor Leite Lopes, Lyane Emanuelle Vicente
CAPÍTULO 5. Entre ambiguidades, proteção e penalização: a Polícia Civil de Santa Catarina e alternativas à judicialização da violência de gênero contra mulheres
Adriano Beiras, Bibiana Beck Garbero
CAPÍTULO 6. Núcleo da Justiça Restaurativa em Lages (SC): desafios no enfrentamento das violências de gênero contra as mulheres
Gabriela Feldhaus de Souza, Natielle Machado Santos, Mareli Eliane Graupe
CAPÍTULO 7. “A Senhora tem conhecimento da doença dele?” A judicialização da violência contra a mulher e os processos de vitimização que a atravessam
Matilde Quiroga Castellano
CAPÍTULO 8. Patrulha Maria da Penha: uma etnografia do trabalho policial no enfrentamento da violência de gênero em Santa Catarina
Patrícia Marcondes A. da Cunha, Fernanda Raizer Gomes
CAPÍTULO 9. Escenarios y contextos. Contenido y forma de lajudicialización de la violencia de género en Argentina. Narrando la violencia de género. Superposiciones y traslapamientos de sentidos entre viejas y nuevas conceptualizaciones sobre la viol
Olga Brunatti, Natalia Castelnuovo Biraben
Sobre as autoras e os autores