Visite o Portal da ABA | www.portal.abant.org.br
Informativo nº 01/2022 | 14/01/2022
destaques da ABA
33ª RBA - Reunião Brasileira de Antropologia

Envio de propostas de GTs até o dia 15 de fevereiro de 2022.
Confira a Chamada de Trabalhos

Site 33ª RBAhttps://www.33rba.abant.org.br/

Contato:
E-mail: rba@sinteseeventos.com.br
WhatsApp para atendimento direto: (011) 999255503

Governo Federal abandona a população indígena à própria sorte em situações de vulnerabilidade e risco

No dia 29 de dezembro passado o governo federal demonstrou, mais uma vez, que pretende levar adiante o seu projeto de revisar e desconstituir os direitos conquistados constitucionalmente pelos povos indígenas no país, em particular o direito à terra e aos seus territórios tradicionais.

Sinal de alerta
A simplificação do licenciamento ambiental e os desastres anunciados em Minas Gerais

Neste início de 2022, o incremento das chuvas no estado de Minas Gerais tem evidenciado os desdobramentos nefastos de processos que o comitê de trabalho Povos Tradicionais, Meio Ambiente e Grandes Projetos da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) vem denunciando como consequências do desmonte ambiental, com ênfase na chamada flexibilização do licenciamento ambiental e a proposta de Novo Código da Mineração. Minas Gerais antecipa a tragédia que pode resultar, em escala nacional, da aprovação do PL 2159 de junho de 2021, originário da Câmara dos Deputados como PL 3729/2004, que altera substancialmente a legislação referente ao licenciamento ambiental no país. 

Pelo respeito ao patrimônio e aos direitos culturais das populações afro-brasileiras

Os últimos anos têm sido marcados por uma série de atos de desrespeito ao patrimônio cultural do Brasil, sobre os quais a Associação Brasileira de Antropologia (ABA) tem se manifestado recorrentemente. O desmonte das instituições e políticas de cultura no país afronta a legislação nacional e revela-se tanto mais grave para o patrimônio de determinados grupos sociais aos quais a Constituição Federal de 1988 quis conferir especial proteção. Não podemos, portanto, deixar de assinalar a conjunção de recentes medidas, divulgadas na passagem de 2021 a 2022, que ameaçam, particularmente, o patrimônio e os direitos culturais das populações afro-brasileiras, comunidades quilombolas e povos de terreiro.

ABA assina nota em defesa da saúde nas instituições de ensino superior

As associações signatárias reafirmam a autonomia das instituições de ensino superior, especialmente as federais, para protegerem as respectivas comunidades da pandemia que já custou mais de 600 mil vidas ao Brasil, assim tomando – sempre que a seu ver for necessário – as medidas recomendadas pelos cientistas, a saber: distanciamento físico, porte de máscara, higienização constante das pessoas e dos espaços e, finalmente, a exigência de comprovante de vacinação completa.

Comitê Migrações e Deslocamentos organiza Mesa redonda para o Congresso da IUAES

Chamada de trabalhos: https://iuaes2022.spb.ru/apply/paper/
Com o tema WORLD ON THE MOVE: MIGRATION AND COMMUNICATION, esta reunião que será realizada em St Petersburg de forma hibrida, entre 25 e 29 de maio de 2022, selecionou uma série de painéis instigantes que estão recebendo propostas de trabalhos até o dia 1 de fevereiro próximo.
Para ver a lista de painéis, clique em  https://iuaes2022.spb.ru/results/panel/.
Colegas interessados em enviar propostas para qualquer dos painéis enumerados, devem entrar no website do Congresso https://iuaes2022.spb.ru para obter as informações e orientações necessárias.       
Informamos que um desses painéis, intitulado “(Un)welcoming migrants, Border Regimes and Social Movements: Global Comparative Perspectives (WCAA)(https://iuaes2022.spb.ru/results/panel/60) foi organizado por Bela Feldman-Bianco e Francisca Declich  ambas membros do comitê diretor da WCAA.
Para ver a lista dos mesas-redondas, clique em https://iuaes2022.spb.ru/results/round_table/.
Informamos que uma dessas mesas redondas, intitulada Crossing borders and remaking time: Immigrants on transcontinental routes across the American continentes” (https://iuaes2022.spb.ru/results/round_table/86/) foi organizada por Igor Machado (UFSCAR) pelo Comitê Migrações e Deslocamentos da ABA, junto com Bruno Miranda (UNAM).

Da Desconstrução da dualidade nação‑império à reafirmação da antropologia em Portugal: história e desafios contemporâneos da Associação Portuguesa de Antropologia (APA)

Artigo "Da Desconstrução da dualidade nação‑império à reafirmação da antropologia em Portugal: história e desafios contemporâneos da Associação Portuguesa de Antropologia (APA)" de autoria de Carla Costa Teixeira, associada e Secretária Geral da ABA, foi publicado em dezembro de 2021 na Berose - Enciclopédia Internacional de Histórias Antropológicas.

Dossiê Imaterialidades - Iemanjá

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), lançou no dia 15 de outubro de 2021, o dossiê “Imaterialidades – Festa de Iemanjá de Fortaleza”. O material gráfico presta homenagem ao Registro da Festa de Iemanjá, Patrimônio Imaterial de Fortaleza, com fotografias, contexto histórico, entrevistas com personagens que fazem parte do festejo e descrição pormenorizada dos rituais.

Este material faz parte da coleção Dossiê Imaterialidades - Iemanjá, de autoria de Jean Souza dos Anjos, associado Efetivo da ABA.

Novos Debates

Lançamento v.7 n.1

Nessa edição, há artigos que compõem as já existentes seções Novas Pesquisas e Ensaios, bem como em novas seções, Pedagógicas e Ofício. A seção Resenhas conta com uma parceria com a Editora Unifesp. O Fórum desta edição é intitulado "Localizando a Antropologia Brasileira: contribuições para pensar corpo, lugar e a geopolítica da produção de conhecimento", mobilizando debates sobre formas de produção de conhecimento antropológico no Brasil contemporâneo. 

Recebemos submissões em fluxo contínuo

Aceitamos submissões em fluxo contínuo para todas as seções, além de propostas de Fórum. A fim de promover o debate, convidamos também nossos leitores a enviarem respostas aos fóruns já publicados, assim como a textos publicados em outras seções. Mais em nosso site: http://novosdebates.abant.org.br/.

Facebook: https://www.facebook.com/novosdebates/ 
Twitter: https://twitter.com/novosdebates
Instagram: https://www.instagram.com/novosdebates/?hl=pt-br

Vibrant

Lastest Issue v.18 – 2021http://www.vibrant.org.br/lastest-issue-v-18-2021/

Está aberta, até 15 de Abril de 2022, a chamadas para os dossiês "Etnografia das Instituições de Governança" e "Antropologias das gestões: formas e fórmulas de governo em nossas latitudes". Informações: http://www.vibrant.org.br.

Facebook: https://fb.com/vibrant.aba.journal 
Twitter: https://twitter.com/vibrantaba
Instagram: https://instagram.com/vibrant.aba

eventos
Eventos no Brasil
Evento de abertura do semestre do Programa Associado de Pós-Graduação em Antropologia UFC/UNILAB

Data: 17 a 19 de janeiro de 2022
Informações: Programação

7ª Jornada de Ciências Sociais da UFJF

Data: 04 a 08 de abril de 2022
Informações: https://www.jornadacsoufjf.com/

7ª Reunião Equatorial de Antropologia/REA

Data: 25 a 29 de abril de 2022
Infomações: https://www.even3.com.br/7rea/
Prazo para envio de propostas de GTs foi prorrogado até o dia 30/01/2022

74ª Reunião Anual da SBPC

Data: 24 e 30 de julho de 2022
Informações: https://ra.sbpcnet.org.br/74RA/

Eventos no Exterior
II Congresso Internacional de Ciências Sociais e Humanas

Data: 28 de março a 01 de abril de 2022
Informações: https://cebusal.es/congresos/congreso-ciencias-sociales/apresentacao/?lang=pt-br

IUAES Congress St. Petersburg

Data: 25 a 31 de maio de 2022
Informações: https://iuaes2022.spb.ru/#calls
Chamada de propostas de trabalhos: até 01 de fevereiro de 2022

2nd International and Interdisciplinary Conference on Spatial Methods for Urban Sustainability (SMUS Conference) & 1st RC33 Regional Conference Latin America: Brazil

Data: 08 a 10 de setembro de 2022
Informações: https://gcsmus.org/conferences/brazil/about-brazil-2-2-2/

3rd Vienna Anthropology Days - VANDA 2022

Data: 26 a 30 de setembro de 2022
Informações: https://vanda.univie.ac.at/home/

oportunidades
Pós-graduação
Pós-doc no Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap)

O Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) informa a abertura da seleção de 2022 do Programa Internacional de Pós-Doutorado (IPP), do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), em São Paulo. Inscrições até 07 de março de 2022. Informações: https://cebrap.org.br/ipp/.

publicações
Chamada para artigos
Chamada para proposição de dossiês ao Anuário Antropológico para 2023

O Anuário Antropológico, Revista do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de Brasília, receberá até 30 de março de 2022, propostas para publicação de dossiês temáticos para dois de seus volumes de 2023. Informações: Chamada.

Revistas – Novos números

Campos - Revista de Antropologia (ISSN 2317-6830), publicação semestral vinculada ao Programa de pós-graduação em Antropologia e Arqueologia da Universidade Federal do Paraná - Edição 22 (2) 2021 - http://dx.doi.org/10.5380/.

Mediações - Publicação quadrimestral do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia, voltada para o debate sobre temas relevantes e/ou atuais das Ciências Sociais e de áreas afins - v.26, n.3 (2021) - set./dez. - http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/mediacoes/issue/view/1758.

Mundaú - Revista eletrônica semestral editada pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia do Instituto de Ciências Sociais da Universidade Federal de Alagoas - n. especial (2021): Encontro de Saberes: Transversalidades e Experiências - v. 2 - https://www.seer.ufal.br/index.php/revistamundau/issue/view/622.

Vivência - Revista de Antropologia, vinculada ao Departamento de Antropologia e ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UFRN - Edições 57 (https://periodicos.ufrn.br/vivencia/issue/view/1150) e 58 (https://periodicos.ufrn.br/vivencia/issue/view/1170).

Livros - Lançamentos 2021

REZENDE, Justino Sarmento (Org.). Paneiro de saberes - Transbordando reflexividades indígenas. Brasília: Editora Mil Folhas (2021)
https://www.livraria.iieb.org.br/livros/paneiro-de-saberes-transbordando-reflexividades-indigenas

Podcasts

Antropologia, Ambiente e educação
Canal destinado a apresentar debates contemporâneos envolvendo as interfaces entre meio ambiente, educação e antropologia
#09 - Encontros para adiar o fim do mundo
#08 - Educação Indígena (com Rosilene Tuxá)

 

Campo
Podcast de divulgação sobre a produção de autoras mulheres não-brancas, de países periféricos ou associadas a minorias sociais
#T03E03 - Oyèrónké Oyewùmí

Antropotretas
Discutindo a agenda e os debates nos quais a antropologia se envolve em seu diálogo com as comunidades. Nesta temporada: as ligas camponesas e as mobilizações por memória e justiça no mundo rural
#03- Desamparo [série ligas camponesas]

Antropólis
Estudos contemporâneos em antropologia pensando as relações e interações entre cidade, imagem e audiovisual
#18 - periferias, universidade e produções culturais (com Érica Peçanha)

Mundaréu
Causos e conversas entre as pessoas que fazem a antropologia, desde quem pesquisa até as pessoas com quem se pesquisa. Produção colaborativa UnB e Unicamp
#Teaser - Apresentação da Terceira Temporada

Retratos defiças
Podcast produzido pelo projeto Retratos do Brasil com deficiência produzidos com ou por pessoas defiças em várias regiões do Brasil
#04 - Psicólogos autistas, um retrato falado
#03 - Rádio Vivência Defiça

Sensibilidades Antropológicas
Os meandros da pesquisa etnográfica desenvolvida pela apresentadora no Vale do Jequitinhonha em suas diferentes sensorialidades
#09 - Sobre terras, pássaros e mundos diversos

Sobre.vivências
Podcast em formato storytelling explorando as narrativas de quatro jovens da periferia paulista sobre sua relação com a universidade em diferentes momentos de suas trajetórias
#02 - "Até ali eu não sabia o que era estudar"
#03 --> "Tudo que eu fizer, serei o primeiro"
#04 - "Você paga com a alma"

Urbanidades
Discussões e reflexões sobre a produção recente sobre o urbano no Brasil
#63 - Antropologia das mobilidades (com Candice Vidal e André Dumans Guedes)
#62 - Federalismo no Brasil

notícias da mídia/outras
Professora da AIA encerra seu período de Visitante no Brasil

No final de dezembro de 2021 encerrou-se a estadia de três meses no Brasil,   Dra. Malka Shabtay, antropóloga, da Associação Israelense de Antropologia (AIA) nas universidades Federais de Pernambuco e Bahia. Durante esses período Malka Shabtay deu palestras e apresentou seu filme, "Cameroon: Mon Petit Village”, no Festival do Filme Etnográfico do Pará e, em diversas ocasiões,  com a participação de vários professores dos programas pós-graduação em antropologia, no debate aos tema dos arquivos fílmicos e a autoetnografia. Estas apresentações tiveram como debatedores os professores, Felipe Fernandes, Carmen Rial (UFSC), Carlos Caroso (UFBA) Renato Athias (UFPE), Denise Cardoso (UFPA) e Alessandro Campos(UFPA) entre outros colegas como debatedores.

Informe sobre tramitação da prorrogação da "Lei de Cotas" no Congresso Nacional

Réincarcération de Fariba Adelkhah / Re-imprisonment of Fariba Adelkhah

Grupo de professores e estudantes esteve presente na manifestação pública em Paris (dia 13 de janeiro de 2022), em apoio a antropóloga francesa Fariba Adelkhah, que foi reencarcerada na prisão de Evin. Os manifestantes apelam às autoridades francesas, aos representantes eleitos da República Francesa e, além disso, aos governos e representantes eleitos da Europa, no sentido de que ajam para obter a libertação imediata e incondicional de seus cidadãos detidos arbitrariamente pelo Irã. Fariba Adelkhah é diretora de pesquisa do CERI (Sciences Po) e vencedora do Prêmio Irène Joliot Curie Mulher Cientista do Ano em 2020.  Ela foi presa em Teerã em 5 de junho de 2019, condenada a cinco anos de prisão por acusações forjadas e sem julgamento adequado, e está em prisão domiciliar desde outubro de 2020. O governo iraniano usa cinicamente a nosso colega para fins externos ou internos em seus interesses sem que de forma alguma dizem respeito às atividades da pesquisadora. Fariba Adelkhah é uma pesquisadora rigorosa e independente e, portanto, é uma prisioneira científica há mais de dois anos e meio.