Selecione um informativo:
 
Visite o Portal da ABA | www.portal.abant.org.br 
Acompanhe a ABA em suas redes sociais:
Informativo nº 13/2021 | 29/07/2021
destaques da ABA
ERRATA - Curso de Extensão ABA-UEMA: "Pandemia e Territórios - a nova cartografia social em face do acirramento dos conflitos vividos por povos e comunidades tradicionais"

Na última quinta feira dia 21 de julho de 2021 a ABA abriu inscrições para o Curso de Extensão "Pandemia e Territórios - a nova cartografia social em face do acirramento dos conflitos vividos por povos e comunidades tradicionais". 

A presente proposta para o curso “Pandemia e Território” visa colocar em discussão um conjunto de iniciativas de pesquisa e reflexões detidas sobre os efeitos da pandemia do Covid-19 sobre a vida e a morte e sobre os territórios, tradicionalmente ocupados, de agentes sociais que se referem aos designados povos e comunidades tradicionais e a uma variedade de formas de classificação oficiais definidoras de grupos em posição de vulnerabilidade ou em risco. Iniciativas essas reunidas na coletânea de artigos, publicada ainda em 2020, intitulada “Pandemia e Território”.

O curso é uma realização da Diretoria Norte e Comitê Quilombos da ABA, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Cartografia Social e Políticas da Amazônia da UEMA, e o Projeto Nova Cartografia Social e Políticas da Amazônia (PNCSA).

Lamentamos o fato de que cometemos um erro na divulgação sobre o dia da semana no qual o curso será realizado. O cartaz original indicava como data de início o dia 05 de agosto de 2021 (quinta feira, data correta), mas informava que os demais dias de atividade do curso seriam às quartas feiras, quando na realidade serão às quintas-feiras de 9h-12h

As inscrições para as 80 vagas disponibilizadas para o evento foram preenchidas em poucas horas, e temos ainda um número de inscritos em fila de espera. No entanto, em função do erro cometido na divulgação original, vamos enviar um email solicitando a confirmação dos inscritos de sua disponibilidade para realização do curso às quintas feiras de 9h-12h, a partir do dia 05 de agosto, por 10 semanas. Caso sobrem vagas, chamaremos as pessoas inscritas na fila de espera, ou mesmo poderemos abrir novas inscrições

O curso de extensão será realizado em ambiente Zoom, com acesso exclusivo para os inscritos. 

Em função da alta demanda pelo curso, e do limite das vagas disponibilizadas, estamos buscando estratégias para expandir o acesso a esta experiência. Em breve enviaremos mais informações. Além disso, uma nova oferta do curso já está sendo planejada.

Webinário Conversa com Premiadas na Primeira edição do Prêmio Lélia Gonzalez

É com imenso prazer que convidamos a todos/as, a participarem do Webinário “Conversa com Premiadas na Primeira edição do Prêmio Lélia Gonzalez”. Teremos a participação das premiadas nas três categorias e a mediação do Prof. Dr. Carlos Benedito Rodrigues da Silva (coordenador do Comitê de Antropológos/as Negros/as da ABA e professor da UFMA). O Webinário compõe as atividades do Comitê de Antropológos/as Negros/as da Associação Brasileira de Antropologia.
As premiadas são:
Naiane Jesus Pinto (UNILAB)
Pâmela Íris da Silva (UFRGS)
Roseane Rodrigues de Almeida (UFF)

Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha - 25 a 30 de julho no Instagram da ABA @aba_antropologia

Yalodê é um termo em iorubá que, dentre tantos sentidos, refere-se a um título administrativo utilizado exclusivamente por mulheres que detêm a posição de representação feminina em determinadas esferas sociais. Então, munidas dessas ancestralidades e religiosidades que nos precedem é que viemos neste dia 25 de julho - Dia internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha - reverenciar os saberes e fazeres de antropólogas negras que ajudaram, e ajudam cotidianamente, a construir a Antropologia no Brasil. 

Ao fazer tal campanha temos o objetivo de reposicionar nossos corpos e vozes dentro da história da disciplina e propiciar para a sociedade como um todo o acesso às nossas trajetórias que se entrelaçam com nossas produções científicas. A campanha realizada pelo Comitê de Antropólogos e Antropólogas Negros/as  e pelo Comitê de Gênero e Sexualidades da ABA estará, de 25 a 30 de julho, negritando as redes sociais da ABA sobre essas mulheres negras da Antropologia Brasileira. E, concomitantemente a esta ação, até o fim de agosto, estaremos nas redes sociais do Comitê de Antropólogos e Antropólogas Negros/as (@antropologia.negra) trabalhando de forma mais específica as trajetórias e  produções dessas antropólogas que abraçaram nossa proposta e enviaram o material para esta campanha. 

Por fim, sabemos que essa é uma pequena representação de um grupo bem mais amplo de antropólogas negras brasileiras. E, diante disso, acreditamos ser esse apenas o primeiro passo, numa caminhada de reconhecimento, visibilidade e valorização que se pretende permanente dentro desta instituição de representação científica.

Projeto FORD - A4 - Democracia e Resistências Acadêmicas: As Ciências Sociais na atual conjuntura social, política e cultural brasileira no Nexo Jornal

Desenvolvido conjuntamente pela Associação Brasileira de Antropologia, Associação Brasileira de Ciência Política, Associação Nacional de Pós-Graduações em Ciências Sociais e pela Sociedade Brasileira de Sociologia, o projeto FORD - A4 tem como um de seus objetivos elaborar e implementar estratégias de comunicação voltadas para amplos segmentos sociais, transmitindo informações sobre temas candentes que muitas vezes aparecem impregnados de julgamentos valorativos, sem devido amparo em dados empíricos sólidos, com forte ênfase na democracia, nos direitos sociais e nos direitos de minorias. Neste sentido, pretende-se divulgar conhecimentos das três áreas em “linguagem jornalística” para possibilitar a comunicação com um público mais amplo. Pretende-se, ao mesmo tempo, dar visibilidade à produção na área de Ciências Sociais e qualificar o debate público. A reportagem abaixo, publicada no Nexo Jornal, divulga o trabalho do Observatório do Legislativo Brasileiro realizado no âmbito do projeto A4.

Os projetos sobre povos tradicionais que andam na Câmara
Fernanda Boldrin - 11 de jul de 2021 (atualizado 11/07/2021 às 20h10)

Estudo detalha a movimentação de propostas relacionadas a indígenas e quilombolas na Casa. O ‘Nexo’ ouviu especialistas e ativistas sobre a atuação dos deputados nessa frente. Um levantamento do Observatório do Legislativo Brasileiro destrinchou as 146 propostas de lei relacionadas a povos indígenas e quilombolas que tiveram algum andamento na Câmara dos Deputados durante a atual legislatura, iniciada em 2019. O estudo foi finalizado em junho de 2021 e mostra que essa agenda é disputada entre partidos e ideologias distintas.

Link para a matéria: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2021/07/11/Os-projetos-sobre-povos-tradicionais-que-andam-na-C%C3%A2mara
© 2021 | Todos os direitos deste material são reservados ao NEXO JORNAL LTDA., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.

ABA lamenta a morte de Marco Antonio Raupp

A ABA lamenta profundamente a perda de Marco Antonio Raupp. Ex-ministro de Ciência, Tecnologia e inovação e Presidente de Honra da SBPC desde 2013, foi um brilhante defensor da ciência em nosso país. Foram muitos os momentos nos quais a ABA juntou suas forças e seu empenho às causas científicas que ele ajudou a conduzir. Reproduzimos aqui a nota de pesar da SBPC que relembra momentos importantes de sua trajetória.

SBPC lamenta morte de seu ex-presidente, Marco Antonio Raupp: Reconhecido pela inestimável contribuição à ciência brasileira, Raupp foi ministro da CT&I e atuou intensamente na SBPC, exercendo cargos diferentes em várias gestões.

 

ABA na SBPC

Encerrou-se no último dia 24 de julho a 73ª Reunião Anual da SBPC. Todas as atividades realizadas ficam disponíveis no Youtube. Quem não acompanhou o evento, ainda pode assistir o conteúdo. Destacamos aqui algumas atividades com a participação da ABA:

AS HUMANIDADES NOS MUSEUS DE CIÊNCIA
Conferência de Alfredo Wagner Berno de Almeida (UFAM) realizada no dia 22 de julho na 73a.Reunião da SBPC.
Disponível no Youtube https://youtu.be/iQz0Img4H9A

CIÊNCIA, LIBERDADE E DEMOCRACIA
Coordenadora e palestrante: Maria Filomena Gregori (USP)
Palestrantes: Otávio Guilherme Cardoso Alves Velho (MN/UFRJ), Rudolf Stichweh (Universidade de Bonn) e Michael Quante (Universidade de Münster)
Disponível no Youtube https://www.youtube.com/watch?v=PokmIM2d5bQ 

SABERES E FAZERES NAS PESQUISAS SOBRE RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS EM PERSPECTIVA INTERDISCIPLINAR
Disponível no Youtube https://youtu.be/ANm8OnfclMA

A COVID-19, A SAÚDE DOS POVOS INDÍGENAS E AS POLÍTICAS DE ENFRENTAMENTO
Disponível no Youtube https://youtu.be/qP1i5-rqDK0

AS ESCOLAS E A COVID-19: ENTRE O NOVO NORMAL E AS VELHAS DESIGUALDADES
Disponível no Youtube https://youtu.be/qg6IMC0FOPw

SONS, VOZES E PERFORMANCES NEGRAS: DIÁLOGOS ENTRE ETNOMUSICOLOGIA E ANTROPOLOGIA
Disponível no Youtube https://youtu.be/EHVO1GavrNM

A ABA vem a público se solidarizar com a comunidade cigana fortemente atingida por atentados violentos, conforme a nota publicada que apoiamos

A ABA repudia veementemente os ataques a um grupo étnico minoritário, no caso, os ciganos do sul da Bahia, e chama atenção das autoridades municipais, estaduais e federais para intervirem com vistas a proteger todos aqueles que se encontram ameaçados e/ou perseguidos. Quaisquer que tenham sido as motivações que resultaram em atos de violência com mortes, inclusive, queremos assinalar que as nossas leis e a nossa Constituição não permitem a  agentes de segurança que desrespeitem e ameacem a integridade física e social de quem quer que seja, ainda que se justifique esses atos ilegais em nome do cumprimento da lei. A minoria cigana, como todas os outros grupos minoritários do nosso país, deve ser protegida contra ações violentas e estigmatizantes que recaiam sobre ela.

Ao solicitarmos a intervenção das autoridades destacamos que a violência em curso pode causar mais danos ainda e escapar totalmente do controle das autoridades. A gravidade da situação exige a intervenção imediata das nossas instituições.

COMITÊ MIGRAÇÕES E DESLOCAMENTOS: INFORME SOBRE AS ETAPAS REGIONAIS NORDESTE, SUDESTE, NORTE E SOBRE A ETAPA NACIONAL

1ª Plenária Nacional Saúde e Migração está em andamento de forma remota e o Comitê Migrações e Deslocamentos da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), integrante da Comissão de Organização, acompanha as etapas regionais e a preparação para a etapa nacional. Trata-se de uma primeira iniciativa no Brasil destinada a debater a interface entre saúde e migração para além do âmbito acadêmico – embora não o excluindo -, em suas múltiplas dimensões. A Plenária tem como tema específico “Saúde e Migração em Tempos de Covid-19”, guiando-se pelo fato de que a pandemia explicitou a forma como debater saúde significa atentarmo-nos para diversas esferas de atravessamento das vidas e das relações das populações migrantes e colocando em relevo os determinantes socioculturais da saúde. Ela está dividida em 8 eixos temáticos: Eixo 1: Gênero e Raça; Eixo 2: Trabalho e Renda; Eixo 3: Inserção, Cultura e Regularização Migratória; Eixo 4: SUS, Seguridade Social, Acesso à Saúde e Interculturalidade; Eixo 5: Saúde Mental; Eixo 6: Educação; Eixo 7: Gestão Biopolítica da Pandemia; e Eixo 8: Moradia.

Quatro etapas regionais já foram concluídas (Sul, Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste), restando apenas a Etapa Regional Norte para ser realizada. As quatro etapas regionais concluídas já aprovaram 124 propostas elaboradas em atividades autogestionadas organizadas pelos próprios participantes, e serão encaminhadas à Plenária Nacional para debate e consolidação do Documento Final.

A COMISSÃO EDITORIAL DE LIVROS CIENTÍFICOS DA ABA (CELCA-ABA) ELABOROU DOCUMENTO SOBRE A POLÍTICA EDITORIAL DE LIVROS DA ABA

O projeto Editorial de Livros Científicos da Associação Brasileira de Antropologia – ABA, tem como finalidade estimular a produção de livros eletrônicos (e-books) e impressos, com perfis acadêmico, didático e de divulgação científica, na área da antropologia, conferindo-lhes o Selo da ABA Publicações, o ISBN e o DOI. Os livros publicados com o Selo ABA são, geralmente, produzidos em parceria com editoras públicas ou privadas, com fundos levantados por proponentes dos livros, cabendo à ABA a aprovação da parceria proposta. Eventualmente, a ABA Publicações pode publicar livros sem a parceria com editoras, quando a publicação for do interesse da Diretoria ou quando contar com o financiamento e a editoria exclusiva de proponentes. A atual CELCA-ABA é composta por: Carlos Alberto Steil (UFRGS, UNIFESP) - "Coordenador"; Antonio Carlos Motta de Lima (UFPE); Bernardo Fonseca Machado (USP); Nathanael Araújo da Silva (Unicamp); Rodrigo Toniol (UFRJ); Tânia Welter (UFSC).

Nota do ICTP.br sobre o novo corte de recursos para bolsas do CNPQ

CNPq sofre novo corte orçamentário dos recursos destinados ao pagamento de bolsas
O governo federal bloqueou R$ 116 milhões da já insuficiente dotação orçamentária para o pagamento de bolsas de pesquisas do CNPq. O orçamento do CNPq
para 2021 já havia recebido um corte, em relação a 2020, de cerca de R$ 100 milhões no programa de bolsas. Com este corte adicional, o órgão poderá ser levado à suspensão no pagamento das bolsas nos últimos meses deste ano.

Mesa proposta pelo Comitê Gênero e Sexualidade da ABA é aprovada para a próxima ANPOCS

MR49 - Produção de conhecimento em gênero e sexualidade: perspectivas e desafios em contexto de crise sanitária e da democracia
Coordenador(a): Ana Paula da Silva (UFF)
Debatedor(a): Sergio Luis Carrara (UERJ)
Expositores: María Elvira Díaz Benítez (Museu Nacional/UFRJ), Luiz Mello de Almeida Neto (Ser-Tão/ UFG), Danusa Marques (UnB) 
Página do eventohttps://www.anpocs2021.sinteseeventos.com.br/conteudo/view?ID_CONTEUDO=977

ABA apoia carta enviada ao DOCOMOMO Internacional, sobre reforma iminente do Hospital Especializado Octavio Mangabeira, Salvador(BA)

As entidades que apoiam a carta alertam o DOCOMOMO INTERNACIONAL sobre a reforma proposta pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB) para o Hospital Especializado Octávio Mangabeira (HEOM), que descaracteriza, de forma irreversível, os elementos de valor cultural deste patrimônio da saúde produzido na Bahia no início da década de 1940: o antigo HOSPITAL SANATÓRIO SANTA TEREZINHA, ícone baiano da arquitetura antituberculose, e um dos grandes responsáveis pela consolidação da Arquitetura Moderna no Estado".

Novos Debates

ESTAMOS RECEBENDO SUBMISSÕES EM FLUXO CONTÍNUO

Estamos aceitando submissões em todas as seções para o v.7. Destacamos a criação de novas seções que buscam ampliar o escopo de debates promovidos pela revista: Pedagógicas, Variações e Ofício. Confira mais em nosso site: http://novosdebates.abant.org.br/

 

Vibrant

Dossiers
Anthropology in times of intolerance:
challenges facing neoconservatism
Flows, Circulations and their Opposites:
Ethnographic Perspectives and Theoretical-Methodological Challenges
Caribbean Routes:
Ethnographic Experiences, Theoretical Challenges, and the Production of Knowledge

Leia-os clicando em: www.vibrant.org.br/lastest-issue-v-17-2020/.

eventos
Eventos no Brasil
III Semana de Antropologia da UNILAB

Data: 09 a 11 de agostro de 2021
Informações: Cartaz

I Simpósio de Linguística Antropológica do PPGA: área independente e interdisciplinar

Data: 12 e 13 de agosto de 2021
Informações: https://doity.com.br/i-simpsio-de-lingustica-antropolgica-do-ppga-area-independente-e-interdisciplinar

X SERNEGRA

Data: 23 a 26 de novembro de 2021
Informações: https://www.even3.com.br/sernegra2021/

Eventos no Exterior
IV Congreso Ecuatoriano de Antropología y Arqueología

Data: 01 a 03 de dezembro de 2021
Informações: https://puceapex.puce.edu.ec/eventos/iv-congreso-antropologia-arqueologia/

oportunidades
Pós-graduação
El género en las memorias. Perspectivas y debates

Este curso se propone presentar algunos de los ejes más importantes en los estudios que articulan el análisis de la problemática de las memorias con las perspectivas de género y sus implicancias para este campo de estudios en América Latina, así como reconocer dimensiones específicas del cruce del género, la clase y la etnia para el análisis del pasado reciente en la región. Finalmente, se propone introducir los debates y problemas centrales en los abordajes teórico-metodológicos sobre el pasado considerando la confluencia disciplinar que caracteriza a ambas perspectivas. Inscripción: 02/08/2021 a 15/11/2021. Información: https://www.ides.org.ar/formacion/curso-virtual/ genero-memorias-perspectivas-debates?utm_source=cursos+virtuales.

publicações
Chamada para artigos
Chamada para publicações E-book

Diálogos Críticos Latino-americanos: Desafios e Dilemas da Modernidade Periférica

Título do Livro: Diálogos Críticos Latino-americanos: Desafios e Dilemas da Modernidade Periférica Chamada pública para o recebimento de textos que irão compor livro apoiado pelo Projeto “Procad Amazônia: Estado e Políticas Sociais na Amazônia: diálogos críticos sobre apropriação de territórios e recursos naturais, mobilidades humanas e desestruturação de sistemas de conhecimento”. Período de recepção de textos: 15 de setembro de 2021. Link com informações para submissão: https://drive.google.com/file/d/16JsVxOs1OCkLFY_Xdmfh6dQj-KaD-fB6/view?usp=drivesdk, Os textos deverão ser enviados (submetidos): ebookprocadamazonia@gmail.com.

Cadernos Ibero-Americanos de Direito Sanitário

Cadernos Ibero-Americanos de Direito Sanitário é uma revista trilíngue (português, espanhol e inglês), trimestral, de acesso livre, destinada a difundir a produção acadêmica no campo do Direito Sanitário, divulga chamada de artigos sobre "Direito à saúde, confinamento, comunicação e Covid-19". Prazo para submissões: 21 de novembro de 2021. Informações: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/ index.php/cadernos/announcement/view/47.

ILHA - Revista de Antropologia

ILHA - Revista de Antropologia, publicação semestral do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina, publica a chamada para o dossiê "Antropologias a partir dos medicamentos: co-produções, políticas e agenciamentos contemporâneos". Prazo para submissões: 31 de dezembro de 2021. Informações: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ilha/announcement/view/1737.

Revistas – Novos números

Plural - Antropologías desde América Latina y el Caribe, a revista de la Asociación Latinoamericana de Antropología - número 7 (enero-junio 2021) - https://asociacionlatinoamericanadeantropologia.net/ revistas/index.php/plural/issue/view/8.

Livros - Lançamentos 2021

ALBINO, Chiara; OLIVEIRA, Jainara (Orgs.)(2021). Leituras sobre neoliberalismo. Recife/PE: Editora Seringuela.
https://editoraseriguela.com/livros/

MARQUES, Barbara; LUSTOSA, Raquel; VALIM, Thais; FLEISCHER, Soraya (Orgs.)(2021). Micro-histórias para pensar macropolíticas. São Carlos : Áporo Editorial.
http://www.dan.unb.br/images/E-Books/Micro-historias_EBOOK_vf.pdf

Podcasts

Antropotretas (ex Observantropologia)
#25 - Uma picada de esperança

notícias da mídia/outras
SBPC divulga carta aberta em defesa do CNPq

Em carta aberta divulgada nesta quarta-feira, 28, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência manifesta “consternação e preocupação” com fragilidade da infraestrutura do CNPq. “A SBPC solicita ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) que providências imediatas sejam tomadas para que o CNPq restabeleça em sua plenitude a capacidade de atuar estrategicamente no desenvolvimento da pesquisa, ciência, tecnologia e inovação do Brasil, como o vem fazendo há 70 anos”.

Fundão recebe o XXVI Congresso Internacional de Antropologia de Iberoamérica em 2021

No dia 13 de julho de 2021 passado, representantes da Câmara Municipal do Fundão, do município português da Beira interior e da Universidade de Salamanca apresentaram a programação do XXVI Congresso Internacional de Antropologia Ibero-americana (CIAI) a realizar no próximo mês de março de 2022 na citada cidade portuguesa do Fundão. A vigésima sexta edição do Congresso terá como tema “Territórios, Migrações e Fronteiras”. O programa de atividades será desenvolvido em formato híbrido, virtual e presencial, e incluirá palestras plenárias, simpósios, exposições e apresentações de livros. Da mesma forma, haverá uma homenagem à Maria Beatriz Rocha Trindade, uma das maiores especialistas internacionais na área de estudos de migração. Informações: https://www.facebook.com/CIAI2022/.

Atenção: As ideias, opiniões e informações expostas no informativo e nas redes sociais da ABA são de responsabilidade dos seus autores e autoras, não refletindo, necessariamente a opinião ou posição da ABA.

Associação Brasileira de Antropologia
Defender Direitos, Fazer Antropologia (2021-2022)

Presidente: Patricia Birman (UERJ)
Vice-Presidente: Cornelia Eckert (UFRGS)
Secretária Geral: Carla Costa Teixeira (UnB)
Secretário Adjunto: Carly Barboza Machado (UFRRJ)
Tesoureiro: Andrea de Souza Lobo (UnB)
Tesoureira Adjunta: Camilo Albuquerque de Braz (UFG)
Diretoras:
Fabio Mura (UFPB)
João Frederico Rickli (UFPR)
Luciana de Oliveira Dias (UFG)
Patrícia Maria Portela Nunes (UEMA)

Informativo ABA
Edição: Carine Lemos e Roberto Pinheiro
Diagramação: Roberto Pinheiro

Universidade de Brasília
Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa Norte
Prédio do ICS - Instituto de Ciências Sociais - Térreo - Sala AT-41/29
Brasília/DF Cep: 70910-900
Tel/Fax: (61) 3307-3754

Para correspondência:
Caixa Postal 04491
70.842-970
Brasília/DF